Revista Brasileira de Psiquiatria ISSN print 1516-4446
ISSN on-line 1809-452X
JCR IF 2017: 2.093
Fully open access
No submission fees
No publication charges

The search for the author or contributors found 4 results

Existe alguma associação entre complicações perinatais e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade - subtipo desatento em crianças e adolescentes?
Carla Ruffoni Ketzer; Carolina Gallois; Ana Luiza Martinez; Luis Augusto Rohde; Marcelo Schmitz
Braz. J. Psychiatry 34(3):321-328
Abstract

OBJETIVO: O objetivo desse estudo é investigar a associação entre complicações perinatais (complicações ocorridas nos períodos pré, peri e pós-natal imediato - CPPs) e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) do subtipo desatento (TDAH-D).
MÉTODO: Em um estudo de casos e controles, foram avaliadas 124 crianças e adolescentes (6-17 anos) com TDAH-D e 124 controles sem a doença, provenientes tanto de uma amostra populacional (n = 200), quanto de uma amostra clínica (n = 48). Casos e controles, pareados por gênero e idade, foram sistematicamente avaliados através de entrevistas diagnósticas estruturadas. Informações sobre as complicações ocorridas durante os períodos pré, peri e pós-natal imediato (CPPs), assim como sobre potencias confundidores, foram obtidas através de entrevistas realizadas diretamente com as mães biológicas.
RESULTADOS: A análise de regressão logística condicional mostrou que para as crianças e adolescentes cujas mães apresentaram maior número de CPPs, o risco de TDAH-D foi significativamente mais elevado (p = 0.005; OR = 1.25; IC 95%: 1.1-1.5).
CONCLUSÕES: Em um estudo de caso-controle, foi possível expandir, para o TDAH predominantemente desatento, os achados prévios que sugeriam a associação entre complicações perinatais e TDAH sem um subtipo específico. Em virtude da possibilidade de prevenção de algumas dessas complicações, nossos resultados podem exercer impacto sobre políticas públicas de saúde.

Descriptors: Attention-Deficit Hyperactivity Disorder - predominantly inattentive type; Prenatal, Delivery and Early Postnatal Complications; Environmental Factors.

O TDAH é subtratado no Brasil
Paulo Mattos1; Luis Augusto Rohde2; Guilherme V. Polanczyk3
Braz. J. Psychiatry 34(4):513-516

OBJETIVO: O objetivo desse estudo é investigar a associação entre complicações perinatais (complicações ocorridas nos períodos pré, peri e pós-natal imediato - CPPs) e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) do subtipo desatento (TDAH-D).
MÉTODO: Em um estudo de casos e controles, foram avaliadas 124 crianças e adolescentes (6-17 anos) com TDAH-D e 124 controles sem a doença, provenientes tanto de uma amostra populacional (n = 200), quanto de uma amostra clínica (n = 48). Casos e controles, pareados por gênero e idade, foram sistematicamente avaliados através de entrevistas diagnósticas estruturadas. Informações sobre as complicações ocorridas durante os períodos pré, peri e pós-natal imediato (CPPs), assim como sobre potencias confundidores, foram obtidas através de entrevistas realizadas diretamente com as mães biológicas.
RESULTADOS: A análise de regressão logística condicional mostrou que para as crianças e adolescentes cujas mães apresentaram maior número de CPPs, o risco de TDAH-D foi significativamente mais elevado (p = 0.005; OR = 1.25; IC 95%: 1.1-1.5).
CONCLUSÕES: Em um estudo de caso-controle, foi possível expandir, para o TDAH predominantemente desatento, os achados prévios que sugeriam a associação entre complicações perinatais e TDAH sem um subtipo específico. Em virtude da possibilidade de prevenção de algumas dessas complicações, nossos resultados podem exercer impacto sobre políticas públicas de saúde.

Descriptors: Attention-Deficit Hyperactivity Disorder - predominantly inattentive type; Prenatal, Delivery and Early Postnatal Complications; Environmental Factors.

Pharmacotherapy of bipolar disorder in children and adolescents: an update
Tatiana Lauxen Peruzzolo1; Silzá Tramontina1,2; Luis Augusto Rohde1,2,3; Cristian Patrick Zeni1,2
Braz. J. Psychiatry 35(4):393-405

OBJETIVO: O objetivo desse estudo é investigar a associação entre complicações perinatais (complicações ocorridas nos períodos pré, peri e pós-natal imediato - CPPs) e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) do subtipo desatento (TDAH-D).
MÉTODO: Em um estudo de casos e controles, foram avaliadas 124 crianças e adolescentes (6-17 anos) com TDAH-D e 124 controles sem a doença, provenientes tanto de uma amostra populacional (n = 200), quanto de uma amostra clínica (n = 48). Casos e controles, pareados por gênero e idade, foram sistematicamente avaliados através de entrevistas diagnósticas estruturadas. Informações sobre as complicações ocorridas durante os períodos pré, peri e pós-natal imediato (CPPs), assim como sobre potencias confundidores, foram obtidas através de entrevistas realizadas diretamente com as mães biológicas.
RESULTADOS: A análise de regressão logística condicional mostrou que para as crianças e adolescentes cujas mães apresentaram maior número de CPPs, o risco de TDAH-D foi significativamente mais elevado (p = 0.005; OR = 1.25; IC 95%: 1.1-1.5).
CONCLUSÕES: Em um estudo de caso-controle, foi possível expandir, para o TDAH predominantemente desatento, os achados prévios que sugeriam a associação entre complicações perinatais e TDAH sem um subtipo específico. Em virtude da possibilidade de prevenção de algumas dessas complicações, nossos resultados podem exercer impacto sobre políticas públicas de saúde.

Descriptors: Attention-Deficit Hyperactivity Disorder - predominantly inattentive type; Prenatal, Delivery and Early Postnatal Complications; Environmental Factors.

The Val66Met polymorphism at the BDNF gene does not influence Wisconsin Card Sorting Test results in children and adolescents with bipolar disorder
Cristian Patrick Zeni1; Silzá Tramontina1; Thamis Aline Zeni1; Roberta Coelho1; Gabriel Pheula1; Julio Bernardi1; Ursula Maldaner1; Talita Lopes Silva1; Angélica Salatino-Oliveira2; Mara Hutz2; Luis Augusto Rohde1,3
Braz. J. Psychiatry 35(1):44-50

OBJETIVO: O objetivo desse estudo é investigar a associação entre complicações perinatais (complicações ocorridas nos períodos pré, peri e pós-natal imediato - CPPs) e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) do subtipo desatento (TDAH-D).
MÉTODO: Em um estudo de casos e controles, foram avaliadas 124 crianças e adolescentes (6-17 anos) com TDAH-D e 124 controles sem a doença, provenientes tanto de uma amostra populacional (n = 200), quanto de uma amostra clínica (n = 48). Casos e controles, pareados por gênero e idade, foram sistematicamente avaliados através de entrevistas diagnósticas estruturadas. Informações sobre as complicações ocorridas durante os períodos pré, peri e pós-natal imediato (CPPs), assim como sobre potencias confundidores, foram obtidas através de entrevistas realizadas diretamente com as mães biológicas.
RESULTADOS: A análise de regressão logística condicional mostrou que para as crianças e adolescentes cujas mães apresentaram maior número de CPPs, o risco de TDAH-D foi significativamente mais elevado (p = 0.005; OR = 1.25; IC 95%: 1.1-1.5).
CONCLUSÕES: Em um estudo de caso-controle, foi possível expandir, para o TDAH predominantemente desatento, os achados prévios que sugeriam a associação entre complicações perinatais e TDAH sem um subtipo específico. Em virtude da possibilidade de prevenção de algumas dessas complicações, nossos resultados podem exercer impacto sobre políticas públicas de saúde.

Descriptors: Attention-Deficit Hyperactivity Disorder - predominantly inattentive type; Prenatal, Delivery and Early Postnatal Complications; Environmental Factors.